Joias, esfinges e sarcófagos. Réplicas e peças originais de objetos utilizados no dia a dia, em guerras ou cultuados pela civilização egípcia são algumas das atrações da exposição “Segredos do Egito”, em cartaz no shopping Anália Franco até o dia 3 de novembro.

Além disso, ferramentas utilizadas pelos egípcios serão expostas. Apesar de formar uma das primeiras civilizações do mundo, esse povo possuía técnicas avançadas de construção –é só se lembrar das pirâmides– e de navegação.

Estátuas de mais de dois metros de altura das divindades Anúbis, Hórus, Amon e Thot fazem parte da mostra e retratam a forte espiritualidade desse povo que era politeísta, ou seja, acreditava em vários deuses.

As pinturas em papiro também ganham destaque. Na época, esse material era feito do caule de uma planta típica do Egito, encontrada nas margens do rio Nilo.

FERRAMENTA AGRÍCOLA - encontrada como oferenda funerária que representava os trabalhos que o defunto teria realizado na vida: agricultor. A agricultura era à base da economia no Egito

FERRAMENTA AGRÍCOLA – encontrada como oferenda funerária que representava os trabalhos que o defunto teria realizado na vida: agricultor. A agricultura era à base da economia no Egito